Macaco-narigudo animal em extinção

Os macacos-narigudos (Nasalis larvatus) são uma espécie nativa das florestas tropicais do Bornéu, no Oceano Índico. Estes mamíferos apresentam uma pelagem acastanhado, podendo chegar a ter 60-70 cm de altura e pesar cerca de 23 kg (as fêmeas apenas chegam a pesar metade deste valor). São uma espécie muito arbórea e só se encontram no solo, quando estão à procura de comida. O seu habitat é rodeado de pântanos, rios e mangais.
São os primatas mais capacitados e adaptados para a natação, graças às membranas que se encontram entre os dedos das suas mãos e pés. Normalmente, eles fazem queda livre entrando de barriga dentro da água. Os adultos apresentam uma velocidade aquática superior até à dos crocodilos, que são um dos seus predadores principais.
O nariz proeminente dos macacos-narigudos.
O nariz proeminente dos macacos-narigudos.
Cada macho dominante compõe o seu próprio hárem, com 2-7 fêmeas e as suas crias. Estes bandos normalmente reunem-se perto da  margem para dormir. Os cientistas acreditam que a característica que os torna interessantes, o tamanho enorme do nariz, se deve à criação de uma câmara de eco que amplifica a grito do macaco, que impressiona fêmeas e intimida machos riváis. Assim, os macacos-narigudos, utilizam os seus narizes para atrair companheiras. Graças ao nariz, também podem fazer todo o tipo de vocalizações de forma a comunicarem.
Como outras espécies de primatas, os macacos-narigudos também acasalam sem fins procriativos. As crias normalmente nascem durante a noite ou ao amanhecer.
Uma fêmea com uma cria ao colo.
Uma fêmea com uma cria ao colo.
Encontram-se entre as maiores espécies de macacos da Ásia. Os macacos-narigudos adulto apresentam uma pelagem acastanhada que torna-se vermelha perto da cabeça e ombros e cinzenta, nas pernas, braços e cauda. Apenas os machos apresentam um nariz saliente.
O macaco-narigudo é omnívoro e alimentam-se de insetos, folhas, sementes e frutos verdes. Possuem estômagos complexos recorrendo à flora intestinal para que haja digestão. Como tal, eles apenas podem comer frutos verdes, pois os açúcares de frutos maduros vão ser fermentados pelas bactérias podendo causar inchaço do estômago fatal.
Par de macacos-narigudos.
Par de macacos-narigudos.
Infelizmente, os habitats do macaco-narigudo estão a ser destruidos, pois as florestas tropicais fornecem madeira e espaço para novas casas e plantações de óleo de palma. A destruição das árvores obriga os macacos a descerem para o solo e realizarem viagens mais longas em busca de alimento. Isto aumenta o risco de encontrarem-se com predadores terrestres como jaguares e índegenas que apreciam a carne deste primata.
Atualmente são considerados uma espécie protegida, sendo proíbida a sua caça ou captura, devido à queda abrupta dos números das suas populações.

Postagens mais visitadas deste blog

SURICATO,NO SEU HABITAT NATURAL